Pesquisar este blog

segunda-feira, 16 de março de 2009

Ira de Verão

cão furioso
sarnento sem pêlos
que apodrece
babando câncer

sobe ao pino
torrando pele e ossos
irado de ódio
velando carne

todos dias
no crepúsculo doente
queima estilhaçada
a cidade de concreto

Um comentário:

  1. tem a dureza
    de um João Cabral!
    mas o estilo é do Sr.Bento Calaça

    ResponderExcluir